Piscando um LED com Arduino - Tutorial completo

Piscando um LED com Arduino - Tutorial completo

A postagem discute de forma abrangente um guia básico de implementação de código do Arduino para piscar seu LED integrado. Os dados foram construídos, testados e escritos por Jack Franko.



CÓDIGO: para LED simplesmente embutido no pino 13 da PLACA ARDUINO por padrão, ele é programado para piscar frequentemente em 50 Mili Segundos, pois na descrição será declarado como asms (milissegundos).





/ * primeiro simples
Programa em Arudino BY JACKFRANKO * /

int l = 13
//where l is pin 13void setup(){ pinMode
(l,OUTPUT) }void loop() { digitalWrite
(l,HIGH) delay(50) digitalWrite
(l,LOW) delay(50)}



Nota: Como estamos estudando a Programação da placa Arduino UNO R3, se você não for um programador, designer ou amador, como estudante, você deve começar do básico.

A primeira coisa é entender o Arduino Uno R3 adquirindo um kit que está disponível nas lojas online.

Descrição :

como por tradição obter o nosso nome antes de o programa começar é uma boa IDÉIA, aqui está o meu primeiro programa básico que é declarado acima, começou com este sinal / * e o texto do nome e todas as coisas que você deseja digitar entre ele * / é o que não afeta o programa e não faz parte do programa porque o compilador do programa Arduino sabe que as coisas entre a marca “/ *, * /“ devem pular, é apenas o título do programa.

/ * primeiro simples

Programa em Arudino BY JACKFRANKO * / Next Line int l = 13

// onde l é o pino 13

É uma parte da Declaração do programa onde vamos declarar o inteiro com o comando “int“ seguido pelo pequeno alfabeto L que é igual a 13 e terminado com ponto-e-vírgula depois de uma barra dupla “//” e algum texto.

Aqui demos o comando “int” que normalmente dizemos inteiro e pequeno L igual a 13 e terminamos com ponto e vírgula aqui dissemos ao compilador que o valor “l” é igual a 13 que está localizado no pino no. treze na placa do arduino, aqui 'l' é apenas um valor designado ao pino nº 13, que 'l' não é nenhuma função ou script para compilador, cabe a nós tornar o código um pouco amigável para que 'l' em este projeto é uma abreviatura de LED.

Quero tornar o código um pouco menor e economizar espaço. Neste ponto, se você não quiser mantê-lo como 'l', diga que deseja mantê-lo para, ou seja, 'eu', em seguida, em todo o código, sempre que houver 'l', você terá que alterá-lo para 'eu', caso contrário o compilador não funcionará e apresentará um erro.

Esta declaração consiste na segunda parte seguida por “//“ e algum texto aqui, precisamos entender que quaisquer declarações são seguidas por “//” na abertura e não tiveram nenhum fechamento, o compilador não lerá essa declaração. Pode ser em várias linhas sem fechar. Isso é para nós fornecer algumas referências e notas no código para compreensão.

Antes de entender a parte restante do código, devemos entender as funções básicas do código e que são 'void setup' e 'void loop' aqui, essas duas funções são muito importantes porque vamos declarar nossa INPUT, OUTPUT e que tipo de trabalho feito por nele. então vamos começar com a configuração vazia, esta é uma parte do código onde iremos declarar nossas ENTRADAS e SAÍDAS que devem ser executadas uma vez para o nosso projeto. Aqui vamos falar sobre apenas uma saída de acordo com nosso código.

O loop de outra função void é a segunda parte do código que será executado na forma de loop. aqui, essas duas funções consistem em colchetes abertos e fechados e, em seguida, abrem o colchete segurando algum código e fecham o colchete. Darei informações sobre esses colchetes no próximo programa. aqui, temos que nos concentrar nas chaves, onde temos algum código entre essas chaves.

void setup(){ pinMode
(l,OUTPUT) }

Aqui declaramos a função que deve ser executada uma vez para o nosso projeto e como nossa saída. se você notou que escrevemos nosso código entre colchetes, onde declaramos pinMode l é gerado entre colchetes e termina com ponto-e-vírgula,

aqui pinMode é a função designada ao inteiro l como OUTPUT.

Portanto, l é designado para o pino nº 13 no compilador Arduino entenderá que o pino nº 13 é chamado le é o pino nº 13 se colocarmos 13 no lugar de l após a função PinMode
como saída, considerará tanto 13 quanto l.

se deletarmos int l = 13, não considerará o alfabeto le fornecerá um erro. Aqui nós definimos o pino
não 13 que é o alfabeto l como saída, é sempre escrito em letras maiúsculas como OUTPUT e a função pinmode é escrita em pinMode começando com letra minúscula sem espaço, a outra palavra Modo começando com letra maiúscula que é compreendida pelo compilador que diferencia maiúsculas de minúsculas.

Em seguida, chegamos ao modo de loop do nosso programa, aqui declaramos todas as funções que devem ser executadas em loop
por um longo tempo ilimitado.

void loop() { digitalWrite
(l,HIGH) delay(50) digitalWrite
(l,LOW) delay(50)}

Aqui declaramos o inteiro l para HIGH com a função digitalWrite. Esta declaração digitalWrite tornará o inteiro l ALTO significa quando SOBRE vai virar SOBRE pino no13 na placa Arduino, como dissemos, o pino no 13 é l, que é separado por vírgula nos colchetes.
Depois disso, dissemos que delay (50) esta instrução contará o tempo em ms (milissegundos) onde 1000ms é igual a 1 segundo. Neste programa eu quero que meu led pisque 20 vezes em um segundo cálculo matemático
me deu um valor 50 que está entre colchetes.

Isso significa que na seção de loop, a primeira linha acenderá meu LED localizado no pino 13 e esperará 5 ms. Se não dermos outra função ao loop para desligar o LED, ele permanecerá ligado.

Embora tivéssemos dito esse atraso de 50ms. Então, demos um comando para desligar o LED
no digitalWrite (l, LOW) , após declarar esta declaração, o LED não desligará porque o loop está incompleto sem atraso (50) primeiro ligamos o LED, depois esperamos 50ms, depois desligamos o led e depois esperamos 50ms para completar o loop que vai tocar indefinidamente enquanto o Arduino estiver ligado. Ele ligará e desligará seu led no pino no
13 por 20 vezes por segundo.




Anterior: Circuito de Relé DC de Estado Sólido SPDT usando MOSFET A seguir: Circuito Controlador de Motor de Avanço Reverso da Incubadora